Tratamento dos Distúrbios Respiratórios do Sono com Terapia Pressórica: Associando Teoria à Prática Clínica

Uma Demanda Constante

Um estudo realizado na cidade de São Paulo com 1042 indivíduos com idade entre 20 e 80 anos, detectou uma prevalência de apneia obstrutiva do sono em 33% dos participantes.

Os distúrbios respiratórios do sono consistem em alterações nas vias aéreas superiores durante o sono, que prejudicam a respiração. Dentre os principais distúrbios estão o ronco e a apneia obstrutiva do sono. Ambos são muito prevalentes e ainda pouco diagnosticados. Quando não tratados de forma adequada, estão relacionados ao desenvolvimento e/ou agravamento de uma série de consequências sistêmicas, como doenças cardiovasculares, metabólicas, neurocognitivas, oftalmológicas etc.

Os sintomas mais comuns são ronco frequente, engasgos no sono percebido por familiares, fadiga, sensação de acordar cansado, sonolência diurna, noctúria (levantar para ir ao banheiro várias vezes durante a noite), sono de má qualidade, alteração de humor, piora na memória, dentre outros. É importante ressaltar que o fato de não ter sintomas não exclui a possibilidade de ter distúrbios respiratórios do sono.

Por que o Fisioterapeuta Respiratório?

Após o diagnóstico, caso o paciente tenha recebido a indicação de tratamento para uso de equipamento de pressão positiva – CPAP ou Binível – pelo seu médico, o fisioterapeuta respiratório especializado em sono deve ser contatado para realizar adaptação e acompanhamento adequado a esse tratamento.

Muitos pacientes apresentam dificuldade de adaptação a esses equipamentos em decorrência de inúmeros fatores, incluindo escolha incorreta da máscara, programação inadequada do aparelho, falta de orientações e de suporte profissional especializado, dentre outros. Todavia, estudos recentes têm sugerido que o suporte e acompanhamento adequado e precoce e o uso de tecnologias de acesso remoto podem melhorar a adesão ao tratamento.

O fisioterapeuta respiratório é o profissional mais indicado para adaptar o paciente à terapia pressórica, bem como acompanhá-lo em curto, médio e longo prazos, resolvendo problemas e garantindo adesão e sucesso ao tratamento.

O diagnóstico é realizado pela avaliação clínica e exame para detecção de alterações na respiração e na oxigenação durante o sono. O padrão-ouro é a polissonografia, mas exames simplificados também têm sido indicados e validados para casos específicos.

Teoria e Prática em um Único Curso

O Fisioterapeuta Respiratório necessita ter um amplo conhecimento sobre fisiologia e fisiopatologia do sistema respiratório, assim como sobre os efeitos da pressão positiva na interação coração-pulmão, já que muitos pacientes apresentam outras doenças associadas, como a doença pulmonar obstrutiva crônica, Insuficiência cardíaca congestiva, além de desordens que cursam com hipoventilação.

Existem alguns cursos disponíveis no mercado que trazem um embasamento teórico outros, por outro lado, enfocam na prática mas nenhum curso oferece, com profundidade, a necessária associação da teoria com a prática clínica.

Diante dessa demanda do mercado surgiu o Curso Online Tratamento dos Distúrbios Respiratórios do Sono com Terapia Pressórica: Associando Teoria à Prática Clínica um curso completo para o Fisioterapeuta Respiratório.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

MÓDULO 1

O ENTENDIMENTO FUNDAMENTAL

Aula 01 - Apneia obstrutiva do sono: conceitos fundamentais

Nessa aula abordamos o que são os distúrbios respiratórios do sono, como são classificados, sua prevalência e apresentação clínica com sinais e sintomas. Detalhamos aspectos relacionados a fisiopatologia incluindo entendimentos sobre a colapsabilidade da via aérea superior (VAS) e o efeito do deslocamento rostral de líquido.

Aula 02 - Fenótipos fisiopatológicos dos distúrbios respiratórios do sono

Os fenótipos fisiopatológicos foram descritos mais recentemente e tem representado um marco para o desenvolvimento de novos tratamentos para os distúrbios respiratórios do sono, conhecidos como tratamentos-alvo. Essa aula é uma sequência da anterior e você vai aprender o que são esses fenótipos, como são subdivididos e ainda se aprofundar no entendimento do controle neural dos músculos dilatadores da via aérea superior e LIMIAR respiratório de despertar. Você vai compreender qual o papel de cada um deles na gênese da apneia do sono.

Aula 03 - Entendendo a apneia central do sono e suas nuances fisiológicas

Apneia central do sono provoca muitas controvérsias pelo fato de acreditarmos serem apenas secundárias à uma hipoventilação ou hipercapnia. Entretanto, existe a apneia central do sono secundária à hiperventilação, ou hipocapnia. Nessa aula compreenderemos a diferença entre ambas e de forma mais ampla a apneia central do sono hipocápnica, sua relação com o controle ventilatório por via metabólica. Explanaremos sobre conceitos de Loop Gain e a sua relação com o desenvolvimento dessas apneias. Também esclarecemos a influência da insuficiência cardíaca congestiva na gênese de apneias centrais do sono.

Aula 04 - Consequências sistêmicas dos distúrbios respiratórios do sono: vias fisiopatológicas

Uma vez que são prevalentes esses distúrbios respiratórios do sono trazem uma série de consequências sistêmicas. Ao reconhecer quais são e como se manifestam, há maior entendimento sobre a necessidade de tratamento clínico adequado desses pacientes, devido ao impacto negativo aos vários órgãos e sistemas.

Aula 05 - Da suspeita clínica ao diagnóstico: o que é importante saber?

Como suspeitar clinicamente que nosso paciente tem distúrbio respiratório do sono? Como fazer o diagnóstico? Qual o método mais adequado? Nesta aula aprenderemos sobre dados clínicos, sinais e sintomas, aspectos relevantes no exame físico. Falaremos sobre os métodos de screening (escalas e questionários) e diagnóstico (monitores tipo I, tipo II, tipo III e tipo IV) e suas indicações.

Aula 06 - Tratamentos “convencionais” dos distúrbios respiratórios do sono: da perda de peso à traqueostomia

Você sabia que ainda tratamos os distúrbios respiratórios do sono baseados na gravidade e presença de sintomas, e não na causa em si. Os tratamentos convencionais estão disponíveis há bastante tempo e bem elucidados na literatura. Incluem mudança comportamentais como perda de peso, exercícios físicos e terapia posicional; dispositivos médicos como aparelho de avanço mandibular e terapia pressórica; e procedimentos cirúrgicos como cirurgias de partes moles, cirurgia de avanço maxilomandibular e traqueostomia. Saber detalhadamente sobre cada um deles lhe permitirá traçar a melhor estratégia para seu paciente.

Aula 07 - Tratamentos-alvo dos distúrbios respiratórios do sono: muito além do IAH

Os tratamentos-alvo são novos tratamentos e se baseiam na premissa de que cada indivíduo com distúrbio respiratório do sono possui uma ou mais causas especificas, portanto, o tratamento precisa ser individualizado para que tenhamos mais precisão e melhor adesão. Os tratamentos-alvo incluem terapia miofuncional orofacial, eletroestimulação do nervo hipoglosso, drogas que aumentam a função muscular da via aérea superior, oxigenioterapia, estabilização do CO2, Inibidor da anidrase carbônica e hipnóticos não-miorelaxantes. Nessa aula você aprenderá sobre cada um desses tratamentos e os resultados que já existem na literatura científica.

MÓDULO 2

INDO ALÉM DO FUNTAMENTAL

Aula 01 - Interpretação de dados polissonográficos: do exame ao laudo final

A polissonografia é um exame bastante rico e muitas vezes pouco explorado e compreendido pelo profissional de saúde. Nesta aula você vai entender como esse exame é feito, as variáveis analisadas, quais os tipos disponíveis. Trago exemplos reais de laudos para analisarmos juntos. Mostro aqui as distintas apresentações dos distúrbios respiratórios do sono, pois mesmo quando resultados de exames de pacientes diferentes “parecem ser iguais”, há detalhes que lhes tornam únicos e diferenciados. Esses detalhes precisam ser considerados, pois a indicação mais assertiva da opção para tratamento depende dessa individualidade.

Aula 02 - Benefícios clínicos e sistêmicos do tratamento com terapia pressórica

O tratamento padrão-ouro dos distúrbios respiratórios do sono moderados e graves é o uso de aparelhos de pressão positiva. Nessa aula você aprenderá quais benefícios clínicos ele traz ao seu paciente, assim como dados relativos aos efeitos cardiovasculares, metabólicos, neurocognitivos, de mortalidade e de adesão, todos baseado em evidências científicas.

Aula 03 – Equipamentos e máscaras, qual escolher? (parte 1 e parte 2)

Existe diferença em tratar clinicamente seu paciente com CPAP de pressão fixa ou CPAP automático? Todo CPAP automático trabalha da mesma forma? Você sabe como ele faz o reconhecimento dos eventos respiratórios? Quando optar pelo Binível? A interface escolhida (nasal ou oronasal) impacta na efetividade do tratamento? Para respondermos essas perguntas, nada melhor do que associarmos a teoria com a prática clínica, não é? Nessa aula você vai aprender tudo isso. Vamos elucidar as evidências científicas e contrastar com casos clínicos reais, trazendo resultados consistentes.

Aula 04 – Descomplicando a apneia complexa: Apneia central do sono emergente ao tratamento

Você conhece a apneia central do sono que aparece após o início do tratamento? Sabe quais os mecanismos envolvidos na sua fisiopatologia e como tratá-la? Você sabia que ela está relacionada à instabilidade do controle ventilatório, ao baixo limiar de despertar, à ativação de receptores de estiramento pulmonar e tempo de circulação sanguínea prolongado?  Nesta aula trago esses entendimentos junto a casos clínicos que ilustram cada forma de apresentação dessa condição e como podemos conduzir os pacientes que a manifestam.

Aula 05 – Do oxigênio ao servoventilador: tratamento da apneia central do sono

Tratar a apneia central do sono é um desafio, principalmente quando sua apresentação é como respiração periódica de Cheyne-Stokes associada à insuficiência cardíaca. Estudos que incluem oxigênio, CPAP, Binível e Servoventilador dentre outras possibilidades, tentam resolver essa condição complexa e de difícil condução. E na prática clínica, de que forma podemos contribuir com equipamentos de pressão positiva? Nessa aula trago exemplos práticos para ilustrar esse aspecto, além de outras condutas que podem ser benéficas quando associadas!

Aula 06 - Diagnóstico, telemonitoramento e automonitoramento: a era da tecnologia

No mundo globalizado e com a pandemia por COVID-19 houve a necessidade de adequação da forma de compreender e atuar no sistema de saúde. Para manter o fluxo de exames de diagnóstico, o bom atendimento e condução dos pacientes em tratamento, a telemedicina passou a ser uma ferramenta muito valiosa. Por meio dela foi possível lançarmos mão do telediagnóstico, acompanhar o tratamento respiratório pelo telemonitoramento, além do automonitoramento permitindo prática e rápida comunicação dos pacientes com os profissionais de saúde. Nessa aula trago casos clínicos reais e exemplos práticos que mostram os benefícios desses recursos na prática do dia a dia.

Material Complementar

Acesso ao acervo pessoal de conteúdos sobre o tema cuidadosamente selecionados pela dra. Flávia.

Quem vai te ensinar

Flávia Baggio Nerbass, é fisioterapeuta e doutora em Ciência da Saúde pelo Laboratório do Sono da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Fisioterapeuta do sono certificada pela Associação Brasileira do Sono (ABS) e Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva (ASSOBRAFIR) por Notório Saber.

Especialista em Fisioterapia Cardiorrespiratória pelo Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Diretora da regional Minas Gerais e coordenadora do departamento de sono da ASSOBRAFIR.

Fisioterapeuta idealizadora da TRINO Terapia Respiratória e do Sono, Pesquisa & Ensino.

Docente do Curso de Pós-graduação em Distúrbios Ventilatórios do Sono da Faculdade Inspirar de Porto Alegre.

Membro da Liga Mineira de Sono.

DEPOIMENTOS DE ALUNOS

REVISÃO DE TUDO O QUE TE ESPERA

CERTIFICADO

Os alunos recebem um certificado digital oficial com a conclusão do curso.

METODOLOGIA OBJETIVA

O curso foi pensado para ajudar os fisioterapeutas respiratórios a associarem a teoria com a prática clínica de uma maneira simples e assertiva.

PREPARO PARA ATENDER A NOVA DEMANDA

Seja capacitado e reconhecido como um fisiterapeuta respiratório qualificado e preparado para atender no mercado.

CURSO EM VÍDEO

São 12 horas de curso em vídeo, que te ajudarão na preparação para a prova de certificação de Fisioterapeuta do Sono pela ABS e ASSOBRAFIR.

MATERIAL COMPLEMENTAR

Acesso fechado ao acervo pessoal de conteúdo com artigos científicos cuidadosamente selecionados pela dra. Flávia.

ÁREA DE ALUNOS EXCLUSIVA

O curso completo está oferecido numa área de alunos disponível 24h por dia para apreciação do conteúdo durante 6 meses.

OFERTA POR TEMPO LIMITADO

12x R$165,34
ou à vista R$ 1.697,00

DÚVIDAS FREQUENTES

Todas as aulas acontecem exclusivamente em ambiente online.

As aulas ficarão disponíveis durante 6 (seis) meses após a sua compra.

Imediatamente após a confirmação do pagamento, você já poderá acessar seu curso.

Imediatamente após a confirmação do pagamento, você já poderá começar a estudar o testamento vital.

Após a identificação do pagamento, você receberá em seu e-mail as informações para acesso ao cursos. Para pagamentos realizados com cartão de crédito, o aluno poderá visualizar o conteúdo automaticamente após a aprovação pela operadora do cartão. Para pagamentos via boleto bancário, o sistema libera o acesso após a compensação bancária do mesmo.

Verifique a sua caixa de SPAM. Caso não localize o e-mail, entre em contato com minha equipe solicitando o reenvio do acesso.

Sim, o curso possui um certificado para o aluno que concluir 100% do curso.

AINDA TEM ALGUMA DÚVIDA?

ATENDIMENTO POR E-MAIL

Entre em contato com nossa equipe pelo e-mail

contato@trinosaude.com.br